8 de fevereiro de 2017

Serenidade

A procissão passa, 
vozes silenciosas ecoam.
Honra-se as pessoas amadas 
que já partiram.
Pensam alto 
os rostos que vagueiam pela cidade.
Há flores espalhadas pelas ruas
molhadas pela chuva.

Em frente ao portão 
junto ao do jardim
vejo-os passar 
como se fossem nuvens no céu.
Tento gritar no calor do momento
possuído por uma angústia
que queima por dentro.

Sofro por dentro 
os anos já são longos
o tempo passa
desinteressado.
Um fardo a preservar
numa breve existência.
Aceitei esta maldição 
num acordo azarado.

Deitado em frente ao portão 
Junto ao jardim,
a minha visão estende-se 
para lá do muro.
Não há palavras que expliquem 
A serenidade 
desse momento
admiro as árvores 
enquanto as folhas enquanto caem.
...
Vento

28 de dezembro de 2016

Nada é eterno...


Só...
Porque imaginei que o amor era eterno
acreditei que era possível ser feliz.
Afinal...
a falsidade e a falta de transparência
acabam por deitar por terra
essa luta incansável .

O ser humano é imprevisível,
insaciável,
com o desejo de viver o fruto apetecível
sem olhar a meios para atingir os seus objetivos.

As promessas de amor eterno,..
As criticas...
As lágrimas...
O sofrimento...
A dedicação...
Tudo em vão.

Mais uma vez 
vou recomeçar do zero.
Só que desta vez 
não volto acreditar
em promessas que nunca
serão cumpridas.
...
Vento






23 de setembro de 2016

Mil e uma desculpas

Invento mil e uma desculpas,
gosto da minha solidão
do meu mundo que aos meus pés
é da grandeza do universo.
Viver assim é sentir-me vivo na terra.

Embora não viva só
porque em todos os momentos
o amor acompanha-me.
Sendo os do meu sangue
ou a brisa que refresca,
ambos despertam os meus sentidos.

Mas quando a solidão abraça,
diluiu-se em pequenas gotas,
recordo a perda brutal
uma pancada forte no peito.
Resta a ausência
de uma perda anunciada
mas que nunca quis acreditar
que fosse realmente acontecer.

Um dia vou acordar
e sentir que já não posso acordar
mas sei que nada fica por viver.
Porque vivo todos
os momentos intensamente.

Sabe isso quem me sente,
transmito no que penso,
nas palavras que escrevo,
mesmo quando estou só
e não há aquele longo abraço.

Abraço-me,
aconchego o meu espírito
deixo-me cair no vazio
porque tenho a certeza que regresso.

Se um dia não regressar
é porque chegou
o momento de partir,
nesse dia vou com a certeza
que deixei todo o meu amor
às pessoas que amo.

https://www.youtube.com/watch?v=lnYan4E3FTM
...
Vento

7 de setembro de 2016

Importa recordar

As nuvens cobrem o céu
o sol escondeu-se tímido
e eu com o olhar no horizonte
procuro por ti.

Uma luz brilha ao longe
fixo os seus movimentos
consigo ouvir uma voz
que diz suavemente.

Abraço-te na escuridão
aconchego-te em mim
ilumino o teu caminho
até tocares em mim.

Ergui-me das sombras
que me prendem num sono profundo.
Longo é o sentir.
que acompanha a existência.

Vou adormecer finalmente em ti
pois o meu pensamento
sempre sentiu
a falta tu fazes aqui.
...
Vento

24 de maio de 2016

Saudade

Estas quatro paredes mudaram
a minha maneira de sentir.
É assim que me sinto
parado no tempo.

Nada interessa agora
porque não estás aqui.
Onde estás tu?
Chamo por ti...
Tenho saudades tuas.

Aonde vou agora
procurar-te?
As memórias transformaram-se em pó.
Por favor não te preocupes mais connosco
Tenho-te aqui.

Já não fujo
Já não fujo mais de mim
Se me perder
Perco tudo.

Receio o medo
que me faz ficar parado
E cada voz que chora dentro da mente
guia-me em direção à luz.

Aonde vou agora
Procurar-te...

Vento